A História do Hotel Café© Royal

Em 1863, um comerciante de vinho francês de nome Daniel Nicholas Thévenon e a sua esposa, Célestine, chegaram a Inglaterra na tentativa de fugir das garras dos credores parisienses. Assim começou a história que nasceu da falência e que culminou na criação do Café Royal, uma lenda da cidade de Londres.


Daniel Nicholas Thévenon

Daniel Nicholas Thévenon anglicizou o seu nome e passou a chamar-se Daniel Nicols. Em poucos anos, Nicols concebeu e fundou o lugar na Regent Street de Londres a que chamou Café Royal. Daniel e Célestine tinham um genro que levou o negócio da família a novos patamares. No final do século, o Café Royal era reconhecido como um estabelecimento verdadeiramente notável e original, sendo a certa altura considerado como possuidor da melhor garrafeira do mundo.

A melhor garrafeira do mundo

No início da sua história, Daniel Nicholas pediu ao seu primo, Eugène Delacoste, da Borgonha, que viesse para Londres. Delacoste tinha reputação de especialista na seleção dos melhores vinhos e combinou a sua paixão com um palato impecável para escolher a dedo cada garrafa para a adega do Café Royal. Esta adega cuidadosamente construída foi a certa altura amplamente reconhecida como a maior do mundo.

Prestando homenagem à história do Café Royal, o hotel continua a oferecer uma carta de vinhos excecional, apresentando uma seleção do velho e do novo mundo, com especial destaque para os vinhos franceses.

Regent Street

Concebida por John Nash no início do século XIX, a Regent Street tem um desenho unificado, invulgar em Londres. Originalmente denominada New Street, a rua georgiana foi dedicada ao Príncipe Regente, que mais tarde se tornou Jorge IV. Quando o Café Royal abriu o seu lado sul em 1865, a enorme e famosa varanda com colunas de Nash ainda era relativamente inovadora e continua nos dias de hoje a destacar-se no centro de Londres.

Ao longo dos tempos, o Café Royal foi o epicentro da sofisticação em Londres. Acolheu patronos famosos, da realeza às celebridades, dos criativos aos famosos, estabelecendo-se assim como um ícone marcante na vida social da capital ao longo de mais de um século.


Onde Grandes Pensadores Vinham Discutir Grandes Ideias

Frequentado por escritores e artistas como Oscar Wilde e Aubrey Beardsley, as conversas, inspirações e discussões no "The Café" eram profundas. Arthur Conan Doyle, H.G. Wells, George Bernard Shaw, Rudyard Kipling, W.B. Yeats, Walter Sickert e James McNeill Whistler eram alguns dos patronos.

Distintas figuras públicas como Winston Churchill, Augustus John, D.H. Lawrence, Virginia Woolf, Noël Coward, Jacob Epstein e Graham Greene também o frequentavam muito.

Das estrelas de rock à realeza

A realeza também frequentava o local; o Príncipe de Gales, que mais tarde viria a abdicar como Eduardo VIII para casar com a Sra. Simpson, e o Duque de York, que mais tarde seria Jorge VI, almoçavam com frequência no "The Café", tal como o faria mais tarde Diana, a Princesa de Gales.

O apelo magnético do "The Café" continuou até meados do século XX. O encanto sensual de Brigitte Bardot, o encontro romântico de Elizabeth Taylor com Richard Burton e as visitas inesquecíveis de celebridades da música e do desporto, tais como Louis Armstrong e Muhammad Ali, eram parte da rotina do "The Café".

Foi também aqui, em 1973, que David Bowie celebrou a reforma do seu alter ego, Ziggy Stardust, com uma festa repleta de estrelas que ficou conhecida como "A Última Ceia". Entre os convidados estavam as maiores estrelas do rock da época, como Mick Jagger, Lou Reed e muitos outros.

Boxe

Em 1951, o Café Royal tornou-se a sede do National Sporting Club, com a realização de jantares de gala antes dos combates, muitas vezes frequentados por Muhammad Ali. Os fundadores do National Sporting Club, o Earl de Lonsdale e o quinto Marquês de Queensberry também estabeleceram neste local as suas regras de boxe, as "The Queensberry Rules for Boxing", em 1867.

Como casa espiritual do boxe e em reverência à história do Hotel Café Royal, o Centro de Bem-Estar Holístico Akasha tem aulas de Box Fit e Fight Club, privadas ou em grupo.

  • The SET
  • Hotel Cafe Royal - London
  • Conservatorium - Amsterdam
  • Lutetia - Paris
Dia de entrada Dia de saída
1 Quarto, 2 Adultos
Reservar agora Melhor Preço Garantido
Adultos Crianças
Quarto
Ligar
Reserve a sua estadia
Ver Mapa
Fechar